quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Tempos de crise. Mesmo?

Li um post hoje sobre o poder das pessoas viverem determinada situação pela sua vontade.
Ou seja, se ela está numa situação de dificuldades ou alegrias, é ela que está atraindo.
Concordo integralmente e tais princípios: atração, poder do inconsciente e energia estão presentes em teorias da física quântica, sinergia, budismo…
Eu sou budista, minha crença é totalmente emparelhada com essa filosofia, mas acredito que todas as outras a corroboram.
Entrar em sintonia com o Universo é fazer com que ele responda exatamente como você quer, melhor até: como você precisa! Porque não muito raro, as respostas que ele dá nos parecem inadequadas ao momento, mas com o passar do tempo encontramos sentido para tal efeito.
Faz parte da minha personalidade ser otimista, não entregar os pontos, Pollyana é amadora perto de mim.. Apenas acredito que o que se faz (bem/mal), se paga; é dando que se recebe; causa e efeito. 
Procuro viver assim, ah...também me afasto dos pessimistas ou os deixo falando sozinhos! rsrs
Muitas pessoas pensando uma mesma coisa podem realmente criar uma crise ou piorá-la, isso é fato!
Pensemos no mercado de ações, grande parte das altas e baixas são provocadas por…boatos! 
Ganha-se e perde-se fortunas pelo humor do mercado.
Muitas pessoas falando e pensando na “crise”, faz com que todos fiquem na retaguarda, compra-se menos ou só o essencial, cautela é a palavra, isso faz com que a economia pare, porque todos na cadeia param, começando pelo consumidor final que diminui seu consumo, assim: a indústria não investe e diminui a produção, o comércio compra só o necessário e elimina seu estoque, o setor de serviços perde grande parte de seus clientes afinal dá pra tingir o cabelo e fazer as unhas em casa, além de sempre ter alguém da família que sabe fazer a declaração de IR.
Não entrarei no mérito de procurar o culpado, se o governo em todas as esferas, se as empresas, se o aquecimento global (???), se as famílias...apesar de ter opinião sobre isso, prefiro me abster, muito cansativo!
Mas, eu acredito! Acredito que dá pra sair dessa vibe e viver como se não houvesse crise sim! Planejamento e organização é o primeiro passo!
Coragem o segundo!
Persistência o terceiro!
Viu? 
Já andamos pra frente! 

Imagem: Pixabay

6 comentários:

  1. Ah, minha amiga! Eu também já cansei de discutir e tentar achar culpados. Resolvi tão somente fazer a minha parte, da melhor forma possível, sem me deixar amargurar por tudo que está aí.
    E vamos em frente! Ótimo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Semi, que bom você aqui...Não é mesmo?? Obrigada pelo elogio, fiquei muito feliz!! Beijos!

      Excluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tarra repetido, mas não sabia que ficava esse aviso chato que foi removido...hahaha, beijos!!!

      Excluir
  3. adorei Clau! otimo! eh isso mesmo. em vez de entrar nessa espiral da crise, o negócio é fazer algo, não deixar se absorver pelo momento. excelente!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Alê, a gente faz o momento, né? Você que foi viver fora do seu país, outra cultura apesar de descendente, sabe o que é isso perfeitamente! Obrigada pela sua visita, adorei! Beijos!!

      Excluir