quinta-feira, 7 de abril de 2016

Re + cordis

No dia 28 de março, desapareceu da terra e fundiu-se ao Universo, um amigo.
Ele não era só meu amigo, era de todos os que o conheceram.
Pessoa de fácil empatia, conquistava com facilidade.
Hoje, ele faria 41 anos. Receberia os parabéns pelo aniversário e também pelo dia do jornalista.
Formou-se em Direito a pedido do pai, mas atendeu ao pedido do seu coração quando formou-se em Jornalismo mais tarde. 
Ele é meu amigo há quase 30 anos, e também por equivalente período somos budistas. Passado um tempo dessa época nós perdemos o contato, cada um foi viver a sua vida e os encontros não se deram mais. O reencontro veio em 2014, quando ele e minha irmã se apaixonaram. Não canso de me surpreender com isso, uma feliz história.
Formaram o casal mais apaixonado que já presenciei, nos nossos grupos de whatsapp e messenger eram comuns as declarações de amor, de cuidado e de sintonia. Quem me conhece sabe que eu não deixaria barato e não deixei, fiz algumas piadinhas sobre, clarooo! Era muito amor!rsrs 
E, eles? Nem aí com a torcida do Flamengo, eles queriam mais curtir o que estavam vivendo e fizeram intensamente, seja qual fosse o sentimento da vez.
O que impediu que ele estivesse aqui hoje foi a luta extremamente difícil e corajosa contra uma doença. Não será lembrado por ela, será lembrado pela vida que levou, os amigos que fez, o trabalho que realizou, a iniciativa que teve, as pessoas que ajudou, o filho e irmão que foi, será lembrado por ter feito a minha irmã muito feliz...
Ainda é difícil constatar a sua ausência, parece que não aconteceu.
Nas escrituras do Buda Nichiren Daishonin há a passagem "O que importa é o coração".
Essa simples frase tem um significado tão profundo que não há uma só interpretação.
'Importa', aquilo que é importante, essencial, primordial. Podemos entender 'coração' como fé, vida, sentimento, disposição, determinação e também aquilo mais íntimo e profundo no ser de cada um. Uma curiosidade interessante sobre a palavra coração é que sua raiz no latim cordis, deu origem às palavras concordar, con + cordis, discordar, dis + cordis e recordar, re + cordis. Assim, quando há concordância, os corações estão unidos, ao passo que na discordância, os corações se afastam. 
Nosso mestre e presidente da Soka Gakkai Internacional, Daisaku Ikeda, comumente cita essa passagem em seus direcionamentos e incentivos, nesta frase está toda a essência que fundamenta a revolução humana, ou seja, a transformação interior no nível mais fundamental, como ele orienta: "A felicidade não nos é concedida pelos outros ou vem de algum lugar fora de nós, mas é algo que nós próprios devemos obter com nosso próprio coração. Assim como Daishonin diz, 'O que importa é o coração' ".
Lendo isso e pensando sobre tudo o que se passou, vejo mais um significado nessa frase.
Importa, importar também tem o significado de trazer para dentro. Desse modo, 'O que importa é o coração' significa que ao mesmo tempo em que é o coração que importa (importante), só realmente ele pode importar (trazer para dentro).
É Gustavo, hoje é um dia para celebrar a sua vida e recordar, ou melhor, fazer você passar de novo pelo coração.
Parabéns amigo, filho e irmão de todos!
Parabéns amor da minha irmã!



8 comentários:

  1. homenagem linda claudia
    ele sabia de toda aamizade e carinho que vc tinha por ele... tenha certeza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilly, obrigada minha querida! Desculpe, os comentários acabaram ficando perdidos em meio a tantas mensagens, só vi agora. Você é luz realmente, beijo!!

      Excluir
  2. Maravilhoso reconhecimento que em si justifica e explica a razão de uma existência. Valeu!! Valeu!! Sim: " o que importa é o coração!".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada!! O comentário não está identificado, mas a mensagem que eu quis transmitir foi exatamente essa, valeu a pena!! Muito obrigada!!!

      Excluir
  3. Querido amigo Gustavo. Feliz Aniversário. Esteja onde estiver.
    Linda homenagem Cláudia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, ele recebeu nossos cumprimentos e ficou feliz! Beijos!!

      Excluir